Seguir

Práticas recomendadas para a higiene da lista

A higiene da lista é um fator importante na reputação de envio. Os provedores de e-mail colocam e-mails na pasta de spam ou bloqueiam os e-mails de remetentes que não aderem às práticas recomendadas de higiene da lista.

Os sintomas de falta de higiene na lista incluem blacklists, cair em armadilhas de spam, altas taxas de reclamações e altas taxas de usuários desconhecidos. 

Onde obter dados de suporte

As seguintes fontes de dados podem avaliar a higiene da sua lista:

  • Real-Time Email Validation da Return Path
  • Return Path Platform
  • Programa de certificação da Return Path
  • Smart Network Data Services (SNDS) da Microsoft
  • Análise do log de entrega (DLA)

Recomendações de boas práticas

  • Cadastre-se em todos os feedback loops disponíveis e exclua prontamente os assinantes que reclamarem.
  • Exclua endereços de usuários desconhecidos após a primeira rejeição.
  • Rejeite endereços malformados, como nome@gmial.com em todos os pontos de coleta.
  • Exclua endereços de e-mail malformados da lista; como nome@gmial.com ou nome@ooooutlook.com.
  • Proíba o uso de contas de função, como postmaster@, abuse@ ou sales@, no cadastro do programa de e-mail.
  • Considere um serviço de limpeza de lista para identificar endereços de e-mail inválidos.
  • Implemente uma estratégia para identificar e segmentar assinantes inativos. Isso inclui a alteração da frequência com que você envia e-mails para assinantes inativos, o envio de campanha de retorno do usuário ou, se necessário, a exclusão completa da lista.
  • Veja se os assinantes podem atualizar o endereço de e-mail deles usando um centro de preferências ou serviço de Alteração de Endereço de E-mail (ECOA).
  • Ofereça uma opção global de cancelamento de assinatura e permita que os assinantes cancelem a assinatura de fluxos de e-mail específicos usando um centro de preferências. 
  • Veja se os endereços são segmentados ou sinalizados por origem se você receber endereços de e-mail de terceiros. Isso pode identificar fontes de endereços de e-mail inválidas e arriscadas.
Esse artigo foi útil?
Usuários que acharam isso útil: 1 de 1
Tem mais dúvidas? Envie uma solicitação